Publicado dia por , categorizado como Notícias.

O acesso à comunicação fixa/móvel em lugares remotos é um avanço tecnológico, porém, ainda esbarra em algumas questões, principalmente financeiras. Dependendo da situação, é cobrado um alto valor pela disponibilização do sinal, seja de internet ou telefonia.

Confrontado com esse tipo de demanda, o parceiro Leucotron, Marco Aurélio Werneck, da Actel Telecom, localizada em Leopoldina, região da zona da mata, Minas Gerais, encontrou uma solução de qualidade e que chega a custar ao cliente pelo menos seis vezes menos que o valor cobrado pela empresa de telefonia local. Esse tipo de solução pode levar qualquer tipo de linha de uma região para outra. Não apenas linhas digitais, mas linhas analógicas convencionais.

Em muitos casos, a única operadora local não atua com linhas digitais na região rural demandada. Ou caso, disponibilizasse, seria cobrado cerca de R$120.000,00 para a viabilização da linha.

Com as soluções Leucotron e o projeto montado por Marco Aurélio, o valor de investimento caiu para cerca de 15%. Este índice depende da necessidade do cliente, mas a diferença é enorme, como explica o gerente de TI: “Basicamente fazemos uma interligação das centrais. Faço com que a central que recebe as linhas da operadora, também chamada de central de troncos, jogue as ligações para o ramal IP, (que deve ser marcado como ramal de interligação na central de troncos) que registro na central que esta no cliente (no caso na matriz). Nesse equipamento da matriz faço o tratamento das ligações de entrada no filtro VOIP redirecionando para onde eu quiser – seja um ramal especifico ou um número do plano de numeração da central (DDR FLEXIVEL, SETORES, AUTO-ATENDIMENTO, ETC.). Para realizar ligações é necessário apenas criar uma rota de saída utilizando o ramal registrado na outra central e incluir no processamento um 0 adicional. Envio todas as ligações de saída pra central que recebe as linhas convencionais (CENTRAL FXO), e nessa central eu faço o roteamento normalmente”.

Leia mais no Blog da Leucotron

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.